Novo malware bancário rouba dados de usuários no Brasil

Novo malware bancário rouba dados de usuários no Brasil

Novo cavalo de Troia se aloja no computador para roubar dados bancários dos usuários.

Um novo malware vem sendo utilizado para roubar dados bancários de brasileiros. O código malicioso foi descoberto pela empresa de segurança digital ESET, que registrou ataques em toda a América Latina. No entanto, seu foco vem sendo usuários de bancos brasileiros. Batizado de Vadokrist, o cavalo de troia pode comandar as ações do mouse, produzir prints e até mesmo reiniciar o sistema da máquina. O Trojan é disseminado por meio de mensagens de spam que contêm arquivos executáveis que instalam o software e abrem uma brecha de segurança no computador.

A ameaça age de maneira pouco usual. Após se alojar de forma imperceptível no PC, o vírus não coleta dados imediatamente e se mantém em estado de hibernação. Seu ataque acontece em um momento posterior, com o objetivo de fazer o usuário esquecer que abriu um e-mail suspeito e executou os arquivos anexados. O software é considerado bastante eficaz e age de forma similar a outras ameaças conhecidas como Amavaldo, Casbaneiro, Grandoreiro e Mekotio.

Segundo Jakub Soucek, coordenador de equipe da ESET, essa característica foi pensada por criminosos para dificultar a detecção do problema. “A maioria dos cavalos de Troia bancários latino-americanos coleta informações sobre a máquina assim que a vítima a liga. A única informação que o Vadokrist coleta é o nome de usuário, e faz isso após o início do ataque”, afirma Soucek.

NR: Sempre desconfie do e-mail que recebe, são segundos valiosos: mesmo que seja de fontes conhecidas quando vir com algum anexo estranho ao seu conhecimento. Delete imediatamente.

Fonte: Techtudo